TV Globinho, uma história das manhãs

Porque um desenho marca uma infância. Vários desenhos marcam uma geração.

 

Você que foi criança, adolescente ou mesmo um assíduo fã de desenhos animados nos anos 2000, provavelmente já deve ter ouvido falar da TV Globinho.

Com desenhos e animes eletrizantes, preenchia as manhãs tanto de quem se trocava para ir estudar, quanto de quem arrastava a coberta até a poltrona aguardando um delicioso leite com achocolatado.

Num sucesso crescente, o programa matinal cortou o cordão umbilical do extinto Bambuluá para tornar-se uma antologia que liderou por anos uma geração.

Um desenho marca uma infância. Vários desenhos marcam uma geração. Por isso conheça agora fatos importantes que construíram juntos o nascimento, ascenção e morte da história da TV Globinho.

 

1ª Fase – Bambuluá

 

Bambuluá foi um programa apresentado por Angélica durante os anos de 2000 e 2001. Durante esse tempo, entre outras atrações, o programa iniciou um quadro de exibição de desenhos animados, que viria a se tornar mais poderoso que seu criador.
Entre os muitos desenhos animados que ilustravam o imaginário infanto-juvenil na época, destacava-se o até hoje famigerado Dragon Ball Z.

 

“Sonhos desejamos alcançar…”

 

Foi durante a exibição de um de seus episódios, que milhares de espectadores presenciaram a fatídica queda das torres gêmeas nos Estados Unidos, em 11 de setembro de 2001. O programa foi interrompido naquela data e não retornou mais aquele dia, para que todos pudessem conferir detalhes de um triste acontecimento histórico. Quem estava acompanhando o programa na data se lembra.

 

Ataque as Torres Gêmeas no complexo World Trade Center, em Nova York.

 

Então, numa véspera de Natal, mais propriamente em 24 de Dezembro de 2001, a TV Globinho torna-se um programa independente.

 

2002 à 2008: A ascenção

 

Durante o período que compreende os anos de 2002 à 2008, a TV Globinho se estabelece como líder das manhãs na TV aberta. Aos sábados chega a ocupar o lugar do Festival de Desenhos, bloco matinal iniciado às sete da manhã nos fins de semana da Rede Globo.

 

Nessa época desenhos e animes ganharam lugares cativos na memória do público infanto-juvenil, e títulos como Jake Long: O Dragão Ocidental, Os Padrinhos Mágicos e Avatar: A lenda de Aang conquistaram espaço na rede de TV aberta.

 

Mas o icônico título de As Três Espiãs Demais, liderava o páreo, como um dos mais populares pseudo-animes exibidos no programa.

 

As Três Espiãs Demais.

 

A animação francesa conhecida também por Totally Spies, era formada por 6 temporadas, com um total de 156 episódios e contava as aventuras das espiãs Sam, Alex e Clover orientadas pelo presidente da organização secreta Jerry Lewis, no melhor do estilo “As Panteras”. É sobretudo, considerado pseudo-anime, por apenas inspirar seus traços no famoso estilo japonês.

 

De 2009 até seu fatídico fim em 2015: A extinção

 

A popularização crescente dos downloads e exibições online, entram na disputa junto com a TV à cabo e as demais atrações matinais para tirar o espaço da TV Globinho. Mudanças pela audiência começam a tornar-se necessárias, e ironicamente, o programa mais cativo de uma geração começa a perder força, por tornar-se instável demais para manter o público assíduo. A troca constante de apresentadores vira algo nocivo à programação, e desenhos que entravam como novidades deixam de ser recorrentes na grade horária.

 

Em 2015 então, a TV Globinho, deixa de ser um programa diário, dando espaço para Encontro com Fátima Bernardes.

 

Fátima Bernardes, jornalista brasileira.

 

Fátima, famosa jornalista brasileira, foi por anos âncora de um dos telejornais mais bem sucedidos da história da TV brasileira, e, naquele momento, ao sair da bancada, precisava de um novo lar. Desenhos animados deram lugar a entrevistas e variedades, e, empurrada para as manhãs de sábado, a TV Globinho dá seu último suspiro, exibindo filmes de animação que não alcançam mais popularidade. Programas como o atual “É de Casa” entra no ar para acompanhar a mudança de público, e então a TV Globinho tem oficialmente seu fim decretado.

 

Entre os filmes exibidos nessa última fase da TV Globinho, destaca-se Como Treinar Seu Dragão.

 

Estava findado ali o fim de uma era. Que marcou a infância e o florescer da juventude da geração de 2000. Restando apenas o repertório mágico, que seus animes e desenhos deixaram no legado popular.

 

Mais que um programa infanto-juvenil, a TV Globinho foi plano de fundo do cotidiano matinal de muitos de nós brasileiros e é isso que faz dela mais que um produto do entretenimento, uma história.

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.
    Sem Comentários

    POPULARES

    No canal