Fort of Apocalypse | Mangá deve chegar às bancas em março

Mais um lançamento da JBC. Tem tudo para ser sucesso.

 

Anunciado pela Editora JBC em 2016, Fort of Apocalypse (História: Yuu Kuraishi | Arte: Kazu Inabe), teve sua capa nacional divulgada:

 

Foto: Editora JBC

 

Sinopse (não oficial): O que você faria se fosse confundido com um assassino? Nada, até que se prove o contrário. Você iria para prisão, e como se não bastasse, os prisioneiros são alguns dos mais perigosos assassinos do país. E se com tudo isso um apocalipse zumbi chegasse? Esse parece não ser seu dia de sorte!

Fonte: MangáHost

 

 

Pânico total na vida do jovem Yoshiaki Maeda. Ele é acusado de homicídio e levado para um reformatório juvenil, onde deve permanecer até o dia do seu julgamento. Ele se diz inocente, mas não há muito que se possa fazer, o garoto se vê obrigado a conviver com delinquentes juvenis na prisão. Do lado de fora uma epidemia se espalha pelo mundo, alarmando toda a população. Mal sabia Yoshiaki que ele estaria no lugar mais seguro em meio a um apocalipse zumbi. Diferente dos clássicos, os zumbis apresentados em Fort of Apocalypse são inteligentes e podem evoluir, de acordo com a situação. O grupo de Yoshiaki, presos no reformatório, tem apenas uma alternativa: lutar por suas vidas. O mangá promete muito suspense, ação, cenas aterrorizantes e uma pitada de humor.

 

 

Título original: Apocalypse no Toride.

Publicado originalmente pela Kodansha entre 2011/2015.

Completo em 10 volumes.

Formato e preço de capa ainda não foram divulgados pela editora.

 

O que achou deste lançamento? Você acha que ainda existe espaço para mais histórias sobre zumbis ou o mercado está saturado? Conte-nos abaixo.

 

Contadora (de números e histórias). Aquariana típica, meio futurista, meio démodé. Amante do universo literário e da cultura japonesa. Sempre com um livro e um mangá na bolsa, sonhando acordada a cada página virada. Apreciadora do bom e velho rock n roll. Filmes, animes, séries e um bom jogo de futebol também fazem parte dos meus dias. Acredito fielmente que feito é melhor do que perfeito.
    Sem Comentários

    POPULARES

    No canal